Cabo Bebeto avalia como demagógico discurso do governador Renan Filho

por Comunicação/ALE publicado 23/02/2021 12h50, última modificação 23/02/2021 13h04

Em pronunciamento durante a sessão plenária desta terça-feira, 23, o deputado Cabo Bebeto (PTC) criticou o discurso do governador Renan Filho, quando da apresentação do Plano de Governo para 2021, durante a sessão solene de abertura dos trabalhos do Legislativo, no último dia 18. Para Bebeto, a fala do chefe do Executivo foi demagógica, principalmente quando defende a manutenção do auxílio emergencial e a inclusão do pobre no Orçamento. “Ele afirmava, por exemplo, que esse tipo de renda não exige complexidade no Orçamento. Ora, se não é complexo, por que o Estado também não está pagando um auxílio, já que o Governo Federal deixou de pagar?”, questionou o parlamentar, lembrando que no ano passado houve esse tipo de cobrança no plenário da Casa, no entanto, o Executivo alagoano não teria se prontificado.

“O discurso dele (Renan Filho), em muitos momentos, foi demagogo”, prosseguiu Bebeto, referindo-se também ao que disse o governador sobre os investimentos na agropecuária. Ao exemplificar seu ponto de vista, o parlamentar observou que o Programa do Leite, que chegou a beneficiar cerca de 4.500 produtores, atualmente só conta com aproximadamente 700 produtores em todo o Estado. “São pequenos produtores. Isso sim é inserir o pobre na economia, de forma honesta e honrada. O Programa do Leite, além de colocar o pequeno produtor no mercado, levava o produto aos mais pobres”, argumentou o parlamentar, acrescentando que, no entanto, o Governo do Estado deixou de prestar contas do Programa ao Governo Federal, assumindo o pagamento de uma dívida cujo saldo devedor está em cerca de R$ 2 milhões.

Bebeto criticou ainda a fala de Renan Filho relativa a área da infraestrutura, citando como exemplo o Viaduto da PRF, entregue recentemente, e os hospitais Metropolitano e da Mulher, cujas obras, segundo o deputado, foram entregues inacabadas. “O cidadão dizer que entregou aquilo é uma ofensa a todos nós. Aquilo ali é uma nojeira!”, disse, referindo-se ao viaduto da PRF. “Comemorou o (hospital) Metropolitano com uma entrega parcial, uma obra que deveria estar pronta há dois anos. O Hospital da Mulher também foi entregue parcialmente. Não se entrega nada completo aqui em Alagoas”, criticou o parlamentar.

Avanços no Governo Federal
As ações do Governo Federal também foram destaque no pronunciamento de Cabo Bebeto. De acordo com o parlamentar, mesmo com a crise financeira imposta pela pandemia do coronavírus, o Brasil conquistou avanços importantes no ano de 2020. Para comprovar sua afirmativa, Bebeto apresentou dados do Caged (Cadastro Geral dos Empregados e Desempregados), apontando número recorde em contratações no ano passado. “O Brasil abriu 414 vagas de empregos, segundo o Caged. Foram um milhão e quatrocentas mil contratações, contra um milhão e cem mil demissões. Esse número é o maior durante todo o monitoramento feito pelo Caged”, informou Bebeto.

Outro ponto abordado foi a questão da Petrobras, que teve o presidente deposto no último final de semana por Jair Bolsonaro, devido as constantes altas nos preços dos combustíveis. “As ações da Petrobras amanheceram com alta de 4% na Bolsa de Valores, que é natural quando há mudanças. O presidente agiu rápido”, afirma Bebeto.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.