Cabo Bebeto cobra realização de concurso público para agente penitenciário

por Comunicação/ALE publicado 11/06/2019 20h22, última modificação 11/06/2019 20h22

Reconhecer o trabalho dos agentes penitenciários em Alagoas e lutar por um concurso público para a categoria foram os temas abordados pelo deputado Cabo Bebeto (PSL) na tribuna da Assembleia Legislativa nesta terça-feira, 11. “Uma categoria que teve o seu último concurso em 2006. São 13 anos sem contratar e com uma população carcerária aumentando todos os anos. Mesmo assim os agentes penitenciários vêm dando conta do recado. Para se ter uma ideia, existe atualmente cerca de 20 mil pessoas cadastradas para visitas os presos nos diversos presídios em Alagoas”, disse.

O deputado destacou que a Assembleia Legislativa realizou sessão especial para debater a situação do sistema penitenciário de Alagoas. Cabo Bebeto disse que, durante o debate, uma representante dos familiares dos reeducandos usou a tribuna da Casa para denunciar ações ilícitas que estariam sendo cometidas por agentes penitenciários. “Acontece que,no último sábado, um grupo com cinco mulheres, entre elas a que usou a tribuna da Casa para denunciar os agentes, foram presas ao tentar entrar no presídio com drogas escondidas pelo corpo", informou o parlamentar.

Por fim, o deputado parabenizou o Governo do Estado e o comando da secretaria estadual de Segurança Pública pela manutenção da política pública prisional. “Eles têm mantido todos os comandos dos presídios e dado oportunidade para que cada um mostre seu trabalho. São estas pessoas que conhecem o sistema prisional”, afirmou Cabo Bebeto.    

error while rendering plone.comments