Cabo Bebeto critica suspensão de policiais penais

por Comunicação/ALE publicado 15/09/2020 10h40, última modificação 15/09/2020 12h05

Durante a sessão plenária desta terça-feira, 15, o deputado Cabo Bebeto (PTC) criticou a Secretaria da Ressocialização e Inclusão Social (Seris) por afastar os policiais penais que estavam de serviço no Presídio Cyridião Durval, em Maceió, quando reeducandos precisaram de atendimento médico após se sentirem mal dentro da cela. O deputado disse que assistiu alguns vídeos sobre o caso e espera que a secretário Marcos Sérgio repense a punição adotada.

“Acredito no trabalho dos policiais penais. Assisti os vídeos e, em momento algum, eu notei reeducandos com hematomas ou sangramentos. O problema todo se deve a dificuldade de respiração, por conta da superlotação das celas. Num local dimensionado para 30 pessoas, estão acomodando 60”, destacou o parlamentar.

Cabo Bebeto ressaltou ainda que o ocorrido é um retrato do sistema prisional alagoano, sem nenhuma relação de culpa com o trabalho executado pelos policiais penais. “Essa suspensão vai causar um enfraquecimento muito grande na categoria que, mesmo diante de tantas dificuldades, vem fazendo um trabalho de referência”, concluiu o deputado.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.