Dia Internacional da Mulher: Assembleia relança livro e inaugura Galeria Lily Lages

por Comunicação/ALE publicado 08/03/2021 17h35, última modificação 08/03/2021 19h18

Para marcar a passagem do Dia Internacional da Mulher, a Assembleia Legislativa inaugurou nesta segunda-feira, 8 de março, a Galeria Lily Lages, composta pelas deputadas estaduais eleitas no curso da história, e relançou o livro biográfico "Lily Lages", de autoria da escritora e artista plástica Solange Chalita. Embora a data merecesse, a Casa não realizou nenhum evento formal, em razão da pandemia do coronavírus (Covid-19), a fim de evitar aglomeração,. A homenagem marca ainda o ano em que se registra a passagem dos 114 anos do nascimento de Maria José Salgado, a Lily Lages, primeira deputada a ocupar uma cadeira no Parlamento alagoano. Médica, feminista, deputada e literata, Lily Lages foi eleita, com expressivos 13.891 votos, no pleito de 14 de outubro de 1934.

“Primeira deputada com assento na Assembleia Constituinte do Estado, significou uma conquista histórica em prol da cidadania e da dignificação do papel da mulher na sociedade”, avalia o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Marcelo Victor. “No Parlamento, Lily se destacou em defesa da causa da saúde pública, pregando a expansão das ações de prevenção em todo o Estado de Alagoas. Era a sensibilidade da mulher em defesa dos princípios que conduziam à renovação social”, declara Victor, ressaltando que a Casa, ao prestar o tributo a Lily Lages e seu ideário, o faz no momento em que a 19ª legislatura registra a presença da maior bancada feminina da história do Parlamento, composta por cinco deputadas estaduais.

As deputadas Cibele Moura (PSDB), Fátima Canuto, Flávia Cavalcante (ambas do PRTB), Ângela Garrote (PP) e Jó Pereira (MDB) parabenizaram o presidente Marcelo Victor pela justa homenagem. Elas se disseram felizes e emocionadas de participarem desse momento histórico para a Casa de Tavares Bastos, especialmente na data em que se comemora o Dia Internacional da Mulher. “Além de comemoração, esse é um dia de relembrar a luta de todas as mulheres brasileiras, em especial as alagoanas”, declarou a deputada Cibele Moura, a mais jovem parlamentar a ter assento no Legislativo alagoano.

“É uma satisfação e um orgulho muito grande estar participando do lançamento dessa galeria, e de estar ao lado de tantas amigas, a exemplo das ex-deputadas Cáthia Lisboa, Lucila Toledo, Selma Bandeira e das minhas companheiras de bancada na Casa”, declarou a deputada Ângela Garrote. A deputada Flávia Cavalcante destacou a importância do ato e agradeceu a Mesa Diretora. “Aproveito para pedir a todos que façam uma grande reflexão sobre o dia 8 de março, porque já avançamos muito, mas precisamos avançar muito mais”, observou a parlamentar, que está em seu terceiro mandato.

A deputada Fátima Canuto se disse muito emocionada por estar entre as 16 deputadas que compõem a Galeria Lily Lages. Ela também agradeceu a forma especial com que o presidente Marcelo Victor tem destacado a atuação da bancada feminina. “Já conseguimos conquistar muita coisa, e ainda temos muito a conquistar”, disse. A deputada Jó Pereira destacou a visibilidade e o resgate da história da passagem das mulheres pelo Parlamento alagoano. "Nós tivemos uma mulher eleita para o parlamento em 1934, e mais de quarenta anos depois é que tivemos a segunda deputada na Assembleia Legislativa. Até hoje, 16 mulheres passaram pelo plenário da Casa e todas deixaram sua contribuição, daí a importância da preservação dessa história", declarou a parlamentar. 

Biografia
Paralelo ao lançamento da Galeria, a Casa também promoveu o relançamento do livro “Lily Lages”, que conta a biografia da pioneira na política alagoana, escrito por Solange Berard Lages Chalita, há 43 anos. Para prestigiar o evento, estiveram presentes as sobrinhas da escritora, Eduarda Lages e Sônia Lages. “É uma honra muito grande para nós estarmos aqui, representando a nossa família, principalmente neste momento tão importante, o relançamento do livro da nossa tia Solange”, disse Sônia. “A história da Tia Lily é de grande relevância para a política alagoana, e esse reconhecimento, de suma importância para nossa família”, completou Eduarda.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.