Gilvan Barros Filho relata trabalho realizado pela Santa Casa de Maceió em seus 170 anos de história

por Comunicação/ALE publicado 30/09/2021 15h24, última modificação 30/09/2021 15h24

O deputado Gilvan Barros Filho (PSD) usou a tribuna da Casa nesta quinta-feira, 30, para fazer um breve relato do trabalho que a Santa Casa de Misericórdia de Maceió realizou nos seus 170 anos de existência no em Alagoas, comemorados no último dia 07 de setembro. “Quero agradecer por todos os serviços prestados e por tantas vidas salvas. Que continue essa luta importante e que sua referência cresça cada vez mais no cenário nacional”, disse. 

Em seu pronunciamento, o deputado relatou que a Santa Casa de Misericórdia de Maceió foi fundada pelo cônego João Barbosa Cordeiro, à época pároco da capital alagoana. Ao longo do tempo, a Santa Casa tornou-se exemplo nacional pelos seus investimentos, que trouxeram excelência no atendimento aos pacientes. “A Santa Casa se notabilizou por práticas gerenciais que a tornaram referência em sustentabilidade financeira, em meio ao cenário de crise enfrentada pelas santas casas de todo o país. Igualmente, vem atraindo a atenção da mídia por estar em contínuo processo de modernização e de expansão de sua estrutura física, logística e tecnológica, mas mantendo o equilíbrio entre receitas, despesas e investimentos”, afirmou Gilvan Barros. 

O deputado disse ainda que a  Santa Casa de Misericórdia de Maceió tem como missão promover assistência em saúde com humanização, sustentabilidade, filantropia, ensino, pesquisa e extensão, um referencial na assistência em saúde. “Procura, em seus valores, basear todas as ações junto aos pacientes, corpo clínico, colaboradores, parceiros e sociedade pelos princípios da ética e da moral, disseminando a cultura da melhoria contínua por meio de ações de ensino, aprendizagem e produção de conhecimentos”, disse. 

Por fim, Gilvan Barros Filho ressaltou que o hospital tem o reconhecimento de entidades importantes como o Instituto Qualisa de Gestão, a Organização Nacional de Acreditação, a Associação Nacional de Hospitais Privados e o Unicef. “A evolução da Santa Casa de Maceió não é apenas quantitativa. Nas últimas décadas houve um aumento qualitativo em todas as áreas da instituição pela adoção de modernas práticas de gestão e pela conquista de Excelência nível 3 da Acreditação. Esse certificado reconhece que o hospital emprega práticas que visam a qualidade e a segurança assistencial do paciente”, concluiu.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.