Manifestações contra o governo de Dilma Rousseff geram debate em plenário

por Comunicação/ALE publicado 17/03/2015 20h15, última modificação 22/04/2015 16h08

As manifestações populares que reuniram milhares de pessoas em todo o Brasil, em protesto contra a corrupção e o governo de Dilma Rousseff, foram o tema escolhido para pronunciamento do deputado Tarcizo Freire (PSD) durante a sessão ordinária desta terça-feira, 17. “Quero deixar registrada a minha solidariedade a todos os brasileiros que padecem desassistidos por falta de políticas que valorizem a nossa gente, enquanto cresce a corrupção nos altos escalões do Governo Federal”, disse Freire.

O deputado destacou ainda que Alagoas promoveu a segunda maior manifestação da região Nordeste, contabilizando mais de 10 mil participantes no protesto realizado em Maceió e que o Estado de São Paulo registrou mais de um milhão de participantes. “Esses movimentos não podem passar despercebidos ou tidos como atos isolados de golpistas. O sentimento das ruas é um só: a sociedade clama por um basta à corrupção no País”, delarou Freire, observando que as promessas de campanha proferidas pelo atual governo caíram no esquecimento. “A sangria nos cofres públicos mata as pessoas nos corredores dos hospitais, por falta de medicamentos e aparelhamentos, enquanto crescem os depósitos em dólares no exterior”, criticou o parlamentar, reforçando que o slogan “Fora Dilma, fora PT” é um grito de socorro da sociedade brasileira.

Em aparte, o deputado Ronaldo Medeiros (PT) defendeu o governo da presidente de Dilma Roussef, ressaltou os avanços e os feitos realizados pela administração petista ao longo dos últimos doze anos, nas áreas da assitência social, da educação e da economia. “Observo que Vossa Excelência tenta colocar todas as mazelas do Brasil no atual governo, que foi eleito democraticamente. O partido do governo tem problemas, como todos os partidos e demais governos, mas houve grandes avanços, o nosso governo não é apenas o governo do Bolsa Família" disse Medeiros.

Também em aparte, o deputado Bruno Toledo (PSDB) discordou de Medeiros e se associou ao pronunciamento de Tarcizo Freire. “Estamos há 12 anos convivendo com um partido que vem acabando com o Brasil, sistematicamente. O governo do PT sempre faz analogia ao PSDB, como se fosse o causador (dos problemas), mas tiveram 12 anos para corrigir o que estava errado, mas só fizeram piorar”, declarou o deputado tucano.

error while rendering plone.comments