Tarcizo Freire aponta que desemprego é maior entre jovens e negros

por Comunicação/ALE publicado 01/12/2021 13h57, última modificação 01/12/2021 13h57

O deputado Tarcizo Freira (PP) usou a tribuna da Casa nesta quarta-feira, 1º de dezembro, para lembrar o Dia da Consciência Negra, celebrado no último dia 20 de novembro, e para destacar matéria da Gazeta de Alagoas que teve como manchete: “Negros representam apenas 7% no mercado de trabalho em Alagoas”. A notícia apresenta uma pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostrando que a cada 100 alagoanos, 71 são negros, porém, apenas 7% deles possuem carteira assinada como trabalhador. “Existe uma desigualdade racial e social muito grande em Alagoas. Muita gente fala, se solidariza, mas são os negros quem realmente vivenciam esse problema. Eu sei o que é sentir na pele o que a discriminação causa”, afirmou.

O deputado disse ainda que na cidade de Arapiraca a situação não é diferente. “No último final de semana fui convidado pelo Instituto Construindo Novos Rumos, juntamente com centenas de jovens, para participar de uma marcha pelas ruas do Centro, pedindo mais oportunidades de emprego. Uma das principais reivindicações é para que seja realizado um concurso público pela prefeitura da cidade. O emprego público ainda faz parte dos sonhos dos jovens arapiraquenses”, destacou.

Tarcizo Freire também lamentou que os índices da pesquisa do IBGE apontem três vezes menos chances de emprego para os jovens. “Precisamos, urgentemente, capacitar e qualificar o jovem alagoano. Esta juventude que passou pelas escolas públicas está sem perspectiva de futuro”, concluiu.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.